top of page

Baixa cobertura vacinal propiciou surgimento de surto de cinonose em Motuca

Atualizado: 11 de jul. de 2023


São poucos os moradores que aplicam as doses de reforços todos os anos e, quando surge o vírus, ele se espalha rapidamente.

A baixa cobertura vacinal ao longo dos anos resultou no surgimento do surto de cinomose que já vitimou vários cães em Motuca. Infelizmente, ainda são poucos os moradores que aplicam as doses de reforço todos os anos e, quando surge o vírus, ele se espalha rapidamente.


Leia também:

Vacinação

A principal arma para combater a doença é a vacinação, que deve ser indicada pelo médico veterinário. As três doses que o filhote recebe nos primeiros meses de vida devem ser aplicadas corretamente, sem atraso. Depois, é essencial dar um reforço anualmente. Essa atitude salva a vida do animal. Sem a proteção adequada, ele pode se expor ao vírus simplesmente ao sair de casa.


A veterinária Susi Elaine dos Santos Falvo, que atua como coordenadora de vigilância sanitária em Motuca, orienta sobre a necessidade de aguardar um período para vacinar animais sujeitos a contrair a cinomose neste momento de surto, como os que têm acesso, pois, se estiverem doentes, a tendência é agravar o quadro.

Comments


bottom of page