top of page

Cessão de prédio é rejeitada por Ricardo, que alega uso pela Prefeitura e necessidade de licitação

Atualizado: 10 de mar. de 2023


Espaço vem sendo utilizado como um almoxerifado pela administração

Em resposta a requerimento encaminhado por vereadores, o prefeito João Ricardo Fascineli se posicionou de forma contrária à Cessão de Uso de prédio a empresa Magno Massas, que vem pleiteando o espaço anexo a sua sede junto às autoridades políticas em razão da necessidade de expansão das atividades.


Leia também:

O primeiro motivo, de acordo com o prefeito, é que a administração municipal utiliza atualmente o espaço. Em visita ao local, o Cenário constatou que vem servindo como um almoxarifado, onde são guardados enfeites natalinos e materiais diversos, inclusive descartes de pneus para posterior destino à empresa de reciclagem.


A segunda justificativa de Ricardo é que a Cessão de Uso só é possível após a realização de processo licitatório, ofertando o espaço a mais empresários interessados, sob pena de afronta aos princípios da administração, principalmente ao da impessoalidade.


Geração de empregos

A solicitação do prédio vem de encontro com a necessidade da empresa em expandir o negócio com a aquisição de nova linha de máquinas para produção. Atualmente com 23 funcionários, a previsão é que chegue a 38 em curto espaço de tempo caso consiga cumprir o planejamento. A limitação do espaço físico é apontada pela empresa como o principal empecilho.

Comments


bottom of page