logo_final.png

Com sentimento de revolta, trabalhadores apontam prejuízos com mudanças nos horários da Paraty


Anunciadas inicialmente em março, as mudanças nos horários de ônibus das linhas suburbanas que ligam Guariba, Motuca, Rincão e Araraquara tornaram-se realidade no último domingo (30). A autorização da Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) foi publicada na última quinta (27), em caráter experimental, pelo prazo de 120 dias. A Viação Paraty tinha até quinze dias para iniciar a operação. A concessionária, pode, ainda, solicitar a prorrogação ou efetivação dos novos horários.

A Viação Paraty justifica a efetivação das mudanças em virtude das linhas não estarem regularizadas pela Artesp. De acordo com a empresa, os novos horários foram definidos em consenso com representantes dos poderes executivo e legislativo, além de usuários em audiências públicas e que a decisão levou em conta o número pequeno de passageiros em determinados horários (leia a matéria com as justificativas da concessionária).

Usuários de Guariba e Motuca apontam prejuízos com as mudanças, pois a retirada de alguns horários dificulta ou até mesmo inviabiliza o transporte até os locais de trabalho. “Estou negociando com minha coordenadora, mas existe grande possibilidade de ter que sair do emprego”, lamenta a técnica de enfermagem Ana Kalina Rocha Schiavinatto de Paula. Ela exerce a atividade em um hospital de Araraquara em horário fixo, das 13h às 19h, e a linha que passava por Motuca às 11h15 foi retirada.

Para a professora Cauana Maria Stock Cruz, que trabalha em uma escola de Araraquara, a dificuldade maior será no retorno para a casa. “Antes eu chegava 6h30 em Motuca. Com a mudança, ficarei mais de uma hora aguardando o ônibus e devo chegar somente às 19h50”, acentua. “É um momento que a gente deixa de ficar com a família”, complementa. Da mesma forma, a técnica de enfermagem Elidiane Mazzola Tanganelli revela que o problema maior será o retorno. “Vou ter que depender do meu marido, que deverá me buscar em Rincão”, conta.

Usuário há 14 anoss da linhas que ligam Motuca a Araraquara, o líder de prevenção de perdas Vanderlei Donizete Zaffani critica a forma como a mudança foi colocada em prática. “A empresa poderia ao menos fazer um comunicado e dar um prazo maior para a gente se adequar, pois soubemos há pouco tempo e ainda tenho passes de um horário retirado”, destaca. Como trabalha no Shopping Jaraguá, com a mudança, terá que pegar seis ônibus diariamente, três para ir e três para voltar. “Existe a preocupação dos empregadores não contratarem mais trabalhadores de Motuca pelo alto custo com transporte”, considera.

Falta de comunicação

Outro problema apontado por usuários é a não disponibilização dos novos horários pela Viação Paraty na rodoviária. Com compromisso em Rincão, a dona de casa Antonieta Miguel Nunes chegou para esperar o ônibus às 11h15, sem saber que o horário não existia mais. “Acho que eles poderiam colocar ao menos um cartaz, pois como a gente vai ficar sabendo”, questiona.

Veja como ficou a mudança nos horários


#transporte

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon

 CONTATO 

Cenário Social

Avenida Marcos Rogério dos Santos,nº 31, Centro,

Motuca-SP - CEP.: 14.835-000

e-mail: ocidadaonocontrole@gmail.com
Tel: 16-33481185