top of page

Romeu era um cachorro especial, diz moradora que cuidava de cão morto pela doença


Cão comunitário, Romeu surgiu na cidade há cerca de um ano possivelmente abandonado. Foto: Arquivo Pessoal/Rubinete

Motuca vem registrando vários casos de cinomose, o que também pode ser caracterizado como um surto local. Uma das vítimas recente foi Romeu, um cão comunitário abandonado há cerca de um ano e que vinha sendo cuidado pela comerciante Rubinete Prado Ferreira e seu marido João Ferreira.


Leia também:

O animal apareceu no mercado que possuem no Centro da cidade e começou a ser alimentado por eles. “Todos conheciam o Romeu, pois ia pra todo lugar e depois voltava aqui”, relata.


De acordo com a comerciante, a primeira coisa que notaram de anormal foi que ele vomitou. Como havia comido demasiadamente pouco tempo antes, o casal não teve tanta preocupação. Depois sugiram ramelas nos olhos e, até então, não tinham conhecimento que era um dos sintomas da doença.


Após perceberem que Romeu ficou abatido e perdeu o apetite, decidiram levá-lo em uma Clínica Veterinária. Os exames, porém, deram como resultado “Doença do carrapato”. “Com o diagnóstico errado, ficamos dando o remédio que não era pra cinomose por certo tempo, o que prejudicou o tratamento”, relata a comerciante.


Rubinete diz guardar ótimas lembranças de Romeu. “Ele era especial.... faltava só falar....é triste perdê-lo desta forma”, lamenta.

Commentaires


bottom of page