top of page

Em resposta a vereadores, prefeito diz que serviço depende da disponibilidade de terra

Atualizado: 16 de nov. de 2023

Após serem questionados nas redes sociais pelo empresário Jhonatan Donizete Mendonça, os vereadores Alison, Gabriel e Renato apresentaram requerimento (acesse) no dia quatro de setembro solicitando informações sobre a disponibilização de maquinários aos moradores. Entre as considerações destacadas por eles, é que o serviço deve ser norteado pelos princípios da igualdade, moralidade e impessoalidade.


Leia também:

O Ofício (acesse), com data de sete de novembro, foi encaminhado sexta (10) por email à Câmara, fora do prazo regimental, e assinado pelo prefeito João Ricardo Fascineli, no qual afirma que “a destinação dos maquinários está sendo feita conforme a necessidade dos munícipes e respeitada a possibilidade do município em realizar os serviços”. Os vereadores tiveram acesso ao documento hoje (14).


O prefeito argumentou, ainda, que a Prefeitura oferece serviço de carregamento e transporte de terra dentro dos limites do município e que não estipula prazo para a realização, já que “a execução depende da disponibilizarão de material”.


Sobre os critérios para o atendimento ao serviço, Ricardo disse “que o município não possui terra para ser comercializada. O que acontece é de um munícipe pedir para retirar o excesso de terra que possui em seu terreno. Nesse caso, o município retira de um local e leva para outro que necessita”.


Foi informado também que o responsável pela autorização do serviço é o chefe do setor de Centralizado Regilberto Aparecido de Oliveira.


Outros lado:

O Cenário Social buscou o posicionamento da Prefeitura a respeito do assunto e não obteve retorno até a publicação da matéria.


Canal com o leitor

Observou erros de apuração ou de redação nesta matéria? Quer enviar críticas, elogios ou sugestões de pauta. Encaminhe clicando no botão abaixo:




Comments


bottom of page