top of page

Coronavírus: Alunos e professores do estado devem parar dia 23; rede municipal avalia paralisação

Alunos e professores do ensino médio, administradas pelo governo estadual, devem parar as atividades no dia 23, conforme diretriz da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo. Já a paralisação da rede municipal, que engloba creche, educação infantil e fundamentais I e II, ainda está sendo avaliada pela Prefeitura e a Secretaria Municipal de Educação. As medidas estão sendo discutidas após a mobilização nacional de enfrentamento ao novo coronavírus (COVID-19).


De acordo com a diretora da escola estadual Debora Thatiane Botelho, na quinta as autoridades devem definir se haverá um adiantamento de férias, abertura de recesso ou disponibilização de aulas pela internet. “Nesta semana estamos informando as crianças e os pais sobre a doença e, se quiserem, já podem ficar em casa que não serão contadas as faltas e não serão ministradas matérias novas”, relata.


Já a diretora Sônia Petrazzo, da escola municipal onde são ministradas aulas ao fundamental II, a orientação é que os alunos continuem estudando e, somente em caso de sintomas como febre e tosse, permaneçam em casa. “Caso a gente perceba também que algum estudante esteja doente, a gente liga para os pais virem buscar, diz”.


A orientação é a mesma na escola Maria Luiza Malzoni Rocha Leite, onde estão a creche, educação infantil e fundamental I. “Por enquanto as aulas continuam normal. A gente não irá suspender, mas se os pais preferirem deixar os alunos em casa não será registrada falta. Se uma criança ficar doente, é para os pais deixarem em casa e os professores com sintomas devem vir trabalhar de máscara”, aponta.


Orientações nas escolas

Na sexta feira (13), representantes da Secretaria de Educação e da Saúde se reuniram com o propósito de discutirem ações em conjunto. Hoje (16), um médico e uma enfermeira do município estiveram nas duas escolas do município para orientar professores e funcionários sobre as formas de prevenção do novo Coronavírus.


De acordo com a secretária de educação Cristina Sanches, o município deve definir ainda hoje como serão ministradas as aulas na rede municipal. “Hoje a gente sabe que temos aula normal, mas amanhã ainda não sabemos”, destacou ela, revelando que está agendada para hoje uma reunião interna para definir como ficará o calendário escolar por conta do coronavírus.


Comments


bottom of page