logo_final.png

Vereadores fazem “coro” por melhorias em vicinais

A precariedade das vicinais que ligam Motuca a cidades vizinhas levaram vereadores a se posicionarem de forma uníssona pela urgência no trabalho de recuperação. Por causa do tráfego intenso de caminhões e grande intensidade de chuvas dos últimos meses, vários trechos possuem buracos. A má sinalização e desnível acentuado de partes de acostamentos também são apontados como problemas a serem enfrentados. Nessa semana, a Prefeitura iniciou “operação tapa-buracos”, na Carlos Fernando Malzoni, que liga Motuca a Matão, considerada a de pior situação.


A iniciativa, no entanto, é considerada pontual, com solução de curto prazo. “Esse trabalho não é suficiente. Acho que deve ser reservada uma dotação do orçamento para que possamos fazer a manutenção com um pouco mais de efetividade, seja por recapeamento ou um tapa-buracos mais aperfeiçoado, com a utilização de maquinário adequado”, considerou o vereador Gabriel Muniz da Silva, autor de indicação protocolada na Sessão de segunda (3) para que o poder executivo articule solução para o problema.


O vereador Irineu Ferreira destacou a necessidade de um trabalho em conjunto entre os poderes municipais. Ele revelou duas ações de indenização movidas por motoristas contra o município de Motuca por conta de prejuízos em veículos ocasionados por buracos nas pistas. “Recentemente, na vicinal de Matão, por segundos não presenciei um grave acidente envolvendo uma moradora de Rincão”, relatou. “Pode ter coisa mais séria, como uma morte, e aí a Prefeitura tem que pagar a vida inteira uma pensão ou outro tipo de indenização”.


Para o vereador Altair Pereira da Cruz, a situação das vicinais é “gravíssima”. Ele revelou apreensão quando familiares viajam pelos locais. “Oro todos os dias pelo meu irmão, que trabalha em Matão e tem que pegar essa pista. É preciso deixar as divergências políticas de lado, sentamos juntos e buscarmos uma solução”, acentuou.


Além das autoridades locais, a vereadora Vera Lúcia Falvo Moreira considera necessária a participação de Usinas e empresas da região “que possuem caminhões pesados e também possuem responsabilidades pela manutenção”, sublinhou ela, que lembrou de duas ocasiões em que representantes das indústrias se reuniram em Motuca para discutir a situação das vicinais.


De acordo com a vereadora Danielle Mércia Petrazzo Fascineli, o município não possui condições de arcar sozinho com o recapeamento pelo alto custo. “Infelizmente, o dinheiro que a Prefeitura tem é para tapar buracos e, mesmo assim, acaba abraçando até o que é de responsabilidade dos municípios vizinhos”, declarou.


O vereador José Roberto Legramandi lembrou de solicitação de recursos junto ao governo do estado durante Audiência em Ribeirão Preto no ano passado.


Os vereadores Marcos Donizete Rodrigues Farias e Marcos José Ferreira revelaram flagrantes de acidentes nos locais e concordaram em trabalhar junto com o executivo para a solução do problema.


O presidente Alison de Souza Mares Rodrigues lembrou de reunião com o prefeito João Ricardo Fascineli no Departamento de Estradas e Rodagem (DER) em Araraquara no fina do ano passado quando foi solicitado investimentos para as vicinais. “O prefeito conversou com o secretário de transportes do estado, que providenciou junto ao diretor regional a atenção à Motuca. Então irei ver com o prefeito se houve algum contato”, disse Alison, que se comprometeu em intermediar uma reunião com o prefeito para deliberar ações em conjunto com o legislativo.





  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon

 CONTATO 

Cenário Social

Avenida Marcos Rogério dos Santos,nº 31, Centro,

Motuca-SP - CEP.: 14.835-000

e-mail: ocidadaonocontrole@gmail.com
Tel: 16-33481185