top of page

Projetos são aprovados; vereadores apresentam versões diferentes sobre a conquista do caminhão de lixo

Tanto o projeto para aumento de uma vaga no cargo de técnico em farmácia e a abertura de crédito para a utilização de recurso estadual voltada a aquisição de um caminhão de coleta de lixo foram aprovados por unanimidade pelos vereadores na Sessão Extraordinária de ontem (8). Ambos foram encaminhados pelo Poder Executivo.


Leia também:


Entre elogios por avanços ao município em relação às duas iniciativas, foram apontadas versões diferentes sobre como eventualmente ocorreu conquista do caminhão de lixo


Primeiro a discursar, o vereador Gabriel demonstrou a importância do projeto e destacou solicitações suas junto às autoridades estaduais. “Eu mesmo já fiz algumas reivindicações, pleiteei com alguns deputados, uma aquisição de caminhão e hoje estamos aprovando”, relatou ele, que revelou não ter recebido respostas às suas proposituras. “Não sei ao certo quem foi a pessoa que viabilizou essa conquista, mas quero reconhecer a importância dela”, concluiu.


Em seguida, a presidente e vereadora Vera comentou que a conquista do caminhão de lixo foi resultado de um repasse feito pela deputada Graciela, do PL, após pedido protocolado em evento na Assembleia Paulista assinado em conjunto com os colegas de partido Gilson e Aguinaldo. “Ganhamos na época R$ 100 mil reais da saúde, R$ 50 para cadeiras de roda motorizadas, inclusive acho que já estão sendo compradas, e os R$ 500 mil por caminhão de lixo”, disse.


Em seu discurso, Renato afirmou que o pedido para a aquisição foi realizado ainda na gestão do ex-prefeito Celso, durante os governos de João Doria, totalizando na época R$ 750 mil e, posteriormente, reiterado no atual mandato de Ricardo. “Enfim, parabenizar a todos que, de uma maneira ou de outra, contribuíram para atender essa demanda tão importante da nossa cidade, uma vez que a gente necessitava urgente de um novo caminhão”, pontuou.


Matéria do Cenário publicada em outubro de 2021 para repercutir assuntos da Sessão realizada na época, demonstra que Motuca havia sido contemplada com R$ 500 mil, além de contrapartida de R$ 70 mil do município, para aquisição do veículo. (leia a íntegra da matéria clicando neste link).

Comments


bottom of page