top of page

Aguinaldo diz que não era o momento e rebate críticas sobre sua relação com o governo e o prefeito

Apesar de não haver declarações explícitas, na Câmara é notória a percepção que Ricardo esperava encontrar maior dificuldade com a eleição de Renato. Por isso, vinha atuando pelo nome de Aguinaldo. O prefeito esteve presente na Sessão ao lado da vice-prefeita Maria do Carmo. Por conta da disponibilidade de tempo exigida para o cargo e incompatibilidade com outros trabalhos, era o único nome considerado viável. Apesar de ter sido eleito pela chapa opositora, é visto como aliado por acompanhar o governo em projetos polêmicos, como da reforma administrativa.


Leia também:

Mesmo com os apelos, no entanto, Aguinaldo desistiu da candidatura. “Há vários dias vinha debatendo a possibilidade de me tornar presidente. Acabei orando a Deus e senti que não era o momento de ocupar esse cargo de responsabilidade tão grande. Não fui procurado pelo Renato e nem pela Vera, que é do meu partido e acredito no trabalho dela. Peço desculpas ao vereador, mas temos que tomar uma decisão”, discursou na Tribuna da Câmara.


Aguinaldo aproveitou o momento para rebater críticas que, segundo ele, vem recebendo de alguns moradores sobre sua relação com o governo e o prefeito Ricardo. “Muito se ouve sobre estar sendo manipulado por pensar sempre no bem e não tentar atrapalhar ou boicotar alguma coisa. Quero dizer que sou o mesmo Aguinaldo, com a mesma índole. Estou à disposição e continuo sendo transparente. Quando ouvirem a respeito de manipulação ou que estou sendo fantoche me procurem por gentileza”, declarou.


Veja fotos da Sessão:


Comments


bottom of page