top of page

Vereadores propõem ações para aumentar segurança de vicinais


Degraus nas laterais da pista levantam preocupações de acidentes

Vereadores de Motuca avaliam a necessidade de criar ações intermunicipais e com apoio de indústrias e fazendeiros voltadas a melhorar a segurança de vicinais que ligam a cidade a outras da região.


Tanto a Carlos Fernando Malzoni, que leva a Matão, como a Francisco Malzoni, que leva a Guariba e Rincão, estão em processo de recuperação a partir de investimento do governo estadual. O trabalho, no entanto, vem causando preocupação das autoridades e da população em virtude do alto declive em certos pontos das laterais deixado pelo aumento da camada de massa asfáltica.


Caminhões com terra

De acordo com o vereador Renato Luis Rateiro, já existe conversas adiantadas com a Usina São Martinho para o fornecimento de caminhões com terra para diminuir pontos com degrau formados nos acostamentos ao longo das pistas. “A dificuldade grande é terra. Então vamos conversar com o executivo, com ajuda também de fazendeiros locais, pois sabemos que o investimento do estado é voltado somente à manutenção da rodovia e não há verba para os acostamentos”, frisou. Renato lembrou de articulações do legislativo e executivo municipal que resultou em alargamento da popularmente conhecida “Curva da Morte”, trabalho que não era previsto no contrato entre a empresa e estado. “Desta forma é possível levar mais segurança, evitar acidentes e salvar vidas”, acentuou.


Cobrança e resposta

O vereador Alison de Souza Mares Rodrigues lamentou acidentes recentes na Francisco Malzoni, um capotamento de carro há cerca de dois meses, no qual um morador se feriu gravemente, e a queda de um caminhão na Ponte do Bonfim, no último sábado (30), que resultou na morte de um dos três ocupantes. “Vamos unir forças, o legislativo junto com o executivo, empresas privadas e Prefeitura de Guariba para buscarmos a manutenção (da Ponte), que foi discutida na primeira legislatura, mas infelizmente não saiu do papel”, ressaltou. De acordo com Alison, a população cobra do legislativo as melhorias e é preciso dar uma resposta. “Temos nossas limitações, mas é preciso juntar as esferas municipais para sanar o problema da ponte e dos acostamentos”.


Articulações conjuntas

Já o vereador Gabriel Muniz da Silva lembrou de articulações realizadas na legislatura passada que participou junto com o prefeito Ricardo, autoridades do legislativo e executivo de Guariba, Usina São Martinho e Departamento de Estradas e Rodagens (DER), mas que foram infrutíferas. “Foi apresentado na época um projeto muito bom por sinal, só que foge um pouco da nossa realidade, pois existe alto custo. Além da duplicação da ponte, foi incluído também o asfaltamento da estrada de terra que leva a usina São Martinho. É preciso tentar viabilizar essa reunião novamente”, sugeriu.


Responsabilidade do legislativo

O presidente Antônio Paulo Ferreira Costa se colocou à disposição para liderar as ações no Poder Legislativo. “Temos nossa responsabilidade no sentido de buscar soluções junto ao poder executivo, então vamos correr atrás para sanar os problemas nestes locais”, afirmou.

Commenti


bottom of page