top of page

Ao entrar nas drogas, jovens perdem a liberdade e correm risco de morrer”, alerta especialista



Cocaína apreendida em Motuca

Passear no shopping, sair com os amigos e se divertir... Prazeres da vida que podem ser interrompidos por causa de uma escolha errada. ”Ao entrar nas drogas, os jovens perdem a liberdade e correm risco de morrer”, alerta o especialista Marcio William Servino, conselheiro municipal e presidente do Comad de Araraquara.

As drogas, explica, causam alto grau de dependência e quem declara que pode “parar quando quiser” está se enganando. O especialista descreveu diferentes tipos de drogas lícitas como cigarro, bebida alcoólica e medicamentos, além das ilícitas como maconha, cocaína e crack.

De acordo com ele, todas, de alguma forma, trazem sérios malefícios para a saúde das pessoas, além de propiciarem o surgimento de outros problemas como contágio de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs), gravidez precoce, suicídio, afogamentos e violência doméstica.

Impacto maior Até os 21 anos, o cérebro humano está em desenvolvimento. Diante disso, explica Servino, o uso das drogas pelos jovens causa impacto ainda maior. “As substâncias estão em todo lugar e é preciso se afastar delas, pois entrar é uma coisa, sair é outra”, conclui.

bottom of page