top of page

Equipe da Saúde explica quando procurar ajuda e sobre os cuidados com a dengue

Dor no corpo, diarreia, dor atrás dos olhos, sangue na boca, dor abdominal, evacuação com sangue ou urina escura demonstram uma provável infecção pelo vírus da dengue e a pessoa deve prontamente procurar a Unidade de Saúde.  “Não é simplesmente uma dorzinha no corpo, mas (o conjunto de) sintomas”, explica o médico clínico da Estratégia Saúde da Família (ESF) Klayton Fernando de Andrade, do Centro Médico Octávio Thomaz de Aquino.


Leia também:


O médico orienta também que as pessoas se hidratarem tomando água regularmente e usem repelente. Ele alertou, ainda, sobre os perigos da automedicação. “Se tiver com dor no corpo não pode tomar nenhum tipo de anti-inflamatório, pois é extremamente perigoso”, destacou.


A enfermeira Maíra Bruna Mendes, que coordena a vigilância epidemiológica, lembrou da explosão de casos em 2022, quando foram registrados 444 diagnósticos positivos no município, e da necessidade dos cuidados para evitar complicações pela doença.  “Lembrando que Aedes não transmite só a dengue. Tem a chikungunya, a febre amarela e o zika virus, que pode levar crianças recém-nascidas a terem microcefalia, por isso é importante as gestante utilizarem protetores (repelente)”, ressaltou ela.


O diretor Emidio Bernardo do Nascimento Junior, do Departamento de Saúde, afirmou que o município está preparado e desenvolvendo ações para enfrentar um possível aumento de diagnósticos. “Iremos fazer bloqueios nas casas e disponibilizar repelentes, mas o mais importante é que todos sua parte””, pontuou.

コメント


bottom of page