top of page

Ações de enfrentamento à dengue devem iniciar hoje (5); Motuca registrou 1º caso do ano

Durante live realizada na quarta (31) em seu perfil no Facebook (acesse 1) (acesse 2), o prefeito João Ricardo Fascineli comunicou o registro do 1º caso de dengue no ano acompanhado de equipe da administração municipal. O resultado positivo, de acordo com ele, foi encaminhado na terça (30) ao Departamento de Saúde e coincidiu com ações discutidas em reunião para o enfrentamento da doença motivadas pelo crescimento recorde de casos no país.


Leia também:


A Saúde ainda investiga se a contaminação ocorreu na cidade (autóctone) ou se foi importada de outra localidade. Para evitar a propagação da doença, agentes de controle de vetores realizaram trabalho de bloqueio. em quarteirões ao redor da casa do morador, cujo bairro não foi informado. A iniciativa faz parte de protocolo do Ministério da Saúde. Também estão sendo intensificadas busca ativa de criadouros e orientações de prevenção.


Na ocasião, o prefeito anunciou a partir de hoje (5) medidas de enfrentamento ao mosquito Aedes Aegypti como disponibilização de veículos para a limpeza de quintais tanto na área urbana como rural, de repelentes nos prédios públicos e comércios da cidade, de um canal de denúncia de possíveis focos de larvas por meio das redes sociais da Prefeitura, além de aplicação de inseticida em ruas da cidade por meio um equipamento instalado em veículo conhecido popularmente como “fumacê”. A medida, porém, é recomendada em casos extremos e possui  restrições por conta de efeitos negativos (leia a matéria).

“Vamos começar agora um trabalho efetivo bairro a bairro a partir de segunda-feira entrando em todas as casas. Ontem já apareceu o primeiro caso de dengue. E uma doença complicada. Então a gente pede para toda a população estar em alerta a máxima com objetos que possam acumular água”, ressaltou.

Ações divulgadas pelo prefeito.

  • Limpeza de quintais. Será informado por meio das redes sociais o dia e horário que o veículo com caçamba da Prefeitura passará em cada bairro da cidade e na área rural. As pessoas devem deixar para fora da residência principalmente objetos que possam acumular água.

  • Repelentes. A Prefeitura deixará nos prédios públicos e instalações comerciais da cidade repelentes à disposição dos trabalhadores dos locais e moradores.

  • Canal de denúncias. Moradores poderão fazer denúncias de possíveis focos do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, por meio das redes sociais oficiais da Prefeitura no Instagram e Facebook. De acordo com o prefeito, será guardado sigilo.

  • Fumacê. Aplicação de inseticidas cidade por meio um equipamento instalado em um veículo conhecido popularmente como “fumacê”. A medida, porém, é recomendada em casos extremos e possui  restrições por conta de efeitos negativos (leia a matéria). 


תגובות


bottom of page