top of page

Mais uma vítima fatal no “Trevo do Romão”

Considerado um dos trechos mais perigosos das vicinais que ligam Motuca às cidades vizinhas, a rotatória conhecida popularmente como “Trevo do Romão”, que liga o município a Matão, contabilizou mais uma vitima fatal. O motorista de Barrinha Juliano José Ferreira, de 38 anos, morreu após o caminhão carregado com cana-de-açúcar que dirigia tombar no local. Ele trabalhava para o Grupo São Martinho. O acidente aconteceu no sábado, por volta das 9h40. As causas ainda estão sendo investigadas.


Nos últimos cinco anos, ao menos cinco pessoas morreram e outras ficaram feridas no “Trevo do Romão”. O trecho é considerado perigoso pela má sinalização e a falta de dispositivos como sonorizadores para que os motoristas fiquem alertas e diminuam a velocidade, pois a rotatória fica em uma área de declive.


Em 2014, após grave acidente que deixou dois ocupante feridos, o Comando da Polícia Militar de Motuca chegou a solicitar providências à Prefeitura, que assumiu compromisso de regularizar o local, bem como outros considerados perigosos, mas que não se efetivou. De acordo com o comandante interino Jeferson Aldrei Benedicto, foi realizada uma nova solicitação às autoridades policiais após o acidente.


Socorro

Parte da carga de cana-de-açúcar ficou espalhada pela vicinal, que teve que ser interditada nos dois sentidos. Também deve vazamento de óleo diesel. De acordo com o Boletim de Ocorrência (BO) registrado na Delegacia de Motuca, o motorista ficou preso às ferragens e, mesmo com o socorro do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Matão, não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Parte da carga de cana-de-açúcar ficou espalhada pela vicinal, que teve que ser interditada nos dois sentidos. Foto. Divulgação.


Trecho com vazamento de óleo. Foto: Divulgação

Juliano chegou a ser socorrido, mas morreu no local. Foto. Facebook

Comments


bottom of page