top of page

Setembro Amarelo busca chamar a atenção da população para o suicídio


Material de campanha de conscientização da CVV. Reprodução

A cada ano, em média 13 mil brasileiros tiram a própria vida. Esse número já deveria ser suficiente para estimular as pessoas a se mobilizarem pela prevenção dessas mortes precoces. Apesar dos avanços, os tabus, preconceitos e vergonhas ainda são adversários nessa luta.


Durante todo o mês de setembro diversas ações serão realizadas em todo o Brasil a partir do movimento denominado "Setembro Amarelo", com o objetivo de chamar a atenção da população para esse problema.


Quando foi criado, tinha por objetivo chamar a atenção para a prevenção do suicídio através da valorização da vida. A ideia era iniciar um movimento junto à sociedade.


Ano a ano, o assunto vem ganhando espaço e os tabus vêm sendo quebrados. Mais ainda há muito a avançar. Por isso existe a necessidade de ação – de cada um de nós - para fortalecer na sociedade a esperança de que podemos ser mais inclusivos e menos individualistas.


Todos nós podemos dar a nossa contribuição para a redução no número de suicídios. Vamos nesse movimento?


Fonte: CVV - Ajuda: Ligue 188


Suicídios podem ser evitados


Mesmo se tratando de um grave problema de saúde pública, os suicídios podem ser evitados se o comportamento for identificado em tempo prévio.


O suicídio é um assunto complexo, pois ninguém se mata por um único motivo, mas a prevenção é possível e algumas ações podem ser feitas por todas as pessoas. Permitir que as pessoas desabafem e falem sobre seus sentimentos sem receber críticas é um meio de evitar que se pense na morte como solução para as dores.


A morte em si já é um tabu. Morte por suicídio costuma ser ainda mais, pois toca em questões de escolhas, crenças e barreiras sociais. Nesse sentido, muitas vezes há pouco debate e divulgação. Por isso a necessidade de mobilização da sociedade a partir de Movimentos como o "Setembro Amarelo".

Comments


bottom of page