top of page

Ricardo adia aulas presenciais por uma semana, até dia 15 de fevereiro

Por meio de uma live em seu perfil no Facebook (assista no final da matéria), o prefeito João Ricardo Fascineli anunciou o adiamento do retorno das aulas presenciais para o dia 15 de fevereiro, uma semana depois do previsto, que era dia 8. Os professores continuarão com os trabalhos nas escolas, iniciados desde o dia 27, para a preparação e desenvolvimento de conteúdo que serão disponibilizados em redes oficiais da Prefeitura e em grupos de whattsap das salas.


Leia também:

"Aguardamos o pronunciamento que o governador fez durante a tarde. Também recebi orientações da diretoria Regional de Saúde da nossa região sobre os casos de Covid, quando fui informado que 95% dos leitos de UTI estão ocupados. Então, eu e a Cristina não temos outra alternativa diante de todo o cenário exposto", relatou o prefeito, que estava ao lado da Secretária de Educação Cristina Sanches.


A Prefeitura vinha sendo pressionada por profissionais da educação a efetivar a medida por conta do agravamento da pandemia na região e de casos positivos entre os profissionais de educação.


De acordo com Ricardo, a medida pode ser revista novamente, com novos adiamentos, caso o cenário não melhore. Ele também anunciou a aquisição de testes rápidos para serem utilizados antes do início das aulas presenciais em todos os profissionais de educação.


Ele afirmou que a decisão sobre o retorno nas aulas no dia 8 foi discutida com Conselhos Municipais (Educação, Alimentação Escolar e Tutelar), diretores e coordenadores das escolas, Secretaria de Educação após decreto do governo do estado estipulando a volta no dia 1º.


A decisão será informada por meio de Ofício à Diretoria Regional de Ensino, Tribunal de Contas do Estado, Ministério Público do Trabalho e o Sindicato que atua no município.


Assista a live do prefeito com o anúncio do adiamento das aulas.


Comentarios


bottom of page