top of page

Queiroga defende distanciamento social para reduzir mortes por Covid


Declaração foi feita durante cerimônia de entrega de 500mil doses da vacinas Oxford/AstraZeneca. Foto: Divulgação

Por Ana Cristina Campos – Repórter da Agência Brasil


O médico Marcelo Queiroga, indicado para assumir o Ministério da Saúde, disse que o país vai conseguir reduzir as mortes provocadas pela covid-19 com políticas sanitárias e de distanciamento social, que permitam diminuir a circulação do novo coronavírus.


A declaração foi feita ontem (17) durante cerimônia de entrega das vacinas Oxford/AstraZeneca fabricadas em Bio-Manguinhos/Fiocruz, no Rio de Janeiro, quando foram entregues 500 mil doses da vacina Oxford/AstraZeneca voltadas ao Programa Nacional de Imunizações. Mais 580 mil doses serão disponibilizadas até sexta-feira (19), totalizando um lote com 1,080 milhão de doses de vacina produzidas no Brasil.

“Não adianta só o governo ficar recomendando o uso de máscaras, se as pessoas não são capazes de aderir a esse tipo de medida simples, que não demanda grande esforço. O governo recomenda, por exemplo, redução de aglomerações fúteis e as pessoas ficarem fazendo festas nos finais de semana, contribuindo para a circulação do vírus”, afirmou o médico.

Fiocruz

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) entregou hoje ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) um lote de 500 mil doses da vacina Oxford/AstraZeneca contra a covid-19, fabricadas em Bio-Manguinhos, no Rio de Janeiro. O lote foi produzido a partir do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) importado. Mais 580 mil doses serão disponibilizadas até sexta-feira (19), totalizando um lote com 1,080 milhão de doses de vacina produzidas no Brasil.


Comentarios


bottom of page