top of page

“Pé-de-meia”: Alunos recebem até R$ 9.200 ao concluir ensino médio. Saiba quem pode participar

Criado pelo Governo Federal neste ano, o Programa “Pé-de-Meia” prevê incentivo financeiro que pode chegar a R$ 9.200 na forma de bolsa aos alunos de baixa renda do ensino médio. Desde abril está disponível no estado de São Paulo. Acesse a página oficial do Programa.


Veja o vídeo institucional:



O Programa Pé-de-Meia é destinado a estudantes matriculados no ensino médio da rede pública de ensino e, para participar, é necessário atender aos seguintes critérios:

  • Sejam estudantes de famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico);

  • Ter inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF);

  • Sejam estudantes de 14 a 24 anos, matriculados no ensino médio regular das redes públicas;

  • Sejam estudantes com idade entre 19 e 24 anos, matriculados na educação de jovens e adultos (EJA);

  • Tenham o mínimo 80% de frequência escolar;

  • Conclusão do ano letivo com aprovação;

  • Participação em exames obrigatórios;


Valores totais por aluno:

  • Dez parcelas de incentivo mensal totalizando R$ 2.000.

  • Depósitos anuais de R$ 1.000 ao final de cada ano.

  • Adicional de R$ 200 pela participação no Enem.

  • Valor total de R$ 9.200 por aluno.


Não é necessário inscrição no Programa. Os estudantes elegíveis que integrem famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família têm prioridade na concessão dos incentivos.

Estudantes na modalidade EJA entre 19 e 24 anos podem ser contemplados pelo Programa, sob a condição de participar do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja)


Como participar

 

Objetivos do programa:

  • Democratizar o acesso dos jovens ao ensino médio e estimular a permanência

  • Mitigar os efeitos das desigualdades sociais na permanência e na conclusão do ensino médio

  • Reduzir as taxas de retenção, abandono e evasão escolar

  • Contribuir para a promoção da inclusão social pela educação

  • Promover o desenvolvimento humano, com atuação sobre determinantes estruturais da pobreza extrema e de sua reprodução intergeracional.

  • Estimular a mobilidade social

Comments


bottom of page