logo_final.png

Motuca possui 33 diagnósticos de dengue desde o inicio do ano

Atualizado: 29 de Abr de 2019

O município já acumula 33 diagnósticos positivos de dengue desde o inicio do ano. Das 115 notificações de casos suspeitos, 31 deram negativo. Ainda existem moradores que aguardam o resultado do exame de sorologia para constatar ou não a infecção pela doença. A atualização dos números foi divulgada na reunião do Conselho Municipal de Saúde realizada ontem (25).


Neste mês, o Instituto Adolfo Lutz deixou de receber exames do município em virtude da alta demanda ocasionada por epidemia nas cidades da região. Desta forma, foi firmado um contrato pela Prefeitura com o Laboratorio Fleming, de Araraquara. O município também já realiza o diagnóstico por meio de testes rápidos, adquiridos pela Secretaria de Saúde. “A gente só está enviando para análise casos de resultados negativos no teste, cujos pacientes apresentam os sintomas clínicos da dengue”, explica a enfermeira Priscila Kelly Dias do Carmo.

Veja também:

Ações contra o Aedes buscam combater proliferação de doenças


Após limpar áreas, Prefeitura diz que irá multar moradores que destinam descartes ilegais


Saúde usa teatro para conscientizar jovens para os perigos da dengue


Falta de kits prejudica diagnósticos de dengue; município possui dois registros e 21 suspeitos


Prefeitura recorre ao “fumacê” contra o mosquito da dengue

Saúde alerta para os criadouros do mosquito da dengue em cemitério


Sobe para 15 o número de casos de dengue em Motuca

Casos de dengue em Motuca são maiores na área rural


Equipamentos

Com o objetivo de melhorar as ações de enfrentamento ao mosquito, profissionais da Secretaria de Saúde solicitaram à Prefeitura a aquisição de equipamentos. Trata-se de um termonebulizador, utilizado para fazer a nebulização a partir de um veículo, popularmente conhecida como “fumacê”, além de uma bomba nebulizadora costal, para a realização do trabalho em residências.


“Quanto mais rápido a gente realizar uma ação, melhor será o resultado”, explica a coordenadora da vigilância sanitária Susi Elaine dos Santos Falvo. De acordo com ela, o termonebulizador deverá ser mais usado nas Agrovilas dos Assentamentos, onde a realização dos trabalhos como bloqueios e busca ativa são mais difíceis pelo tamanho e distância entre os lotes. A área rural concentra o maior número de casos positivos em Motuca.

Prevenção

Autoridades de saúde alertam a população para que tomem medidas preventivas voltadas a impedir a propagação da doença como a eliminação de criadouros e o uso de repelentes.


Trabalho de controle ao mosquito sendo realizado por agente da Secretaria de Saúde

0 comentário
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon

 CONTATO 

Cenário Social

Avenida Marcos Rogério dos Santos,nº 31, Centro,

Motuca-SP - CEP.: 14.835-000

e-mail: ocidadaonocontrole@gmail.com
Tel: 16-33481185