top of page

Manifestações de comerciantes levam vereadores a solicitarem de forma conjunta ampliação de delivery

Atualizado: 23 de jun. de 2021


Para comerciantes, realidade de Motuca é diferente de cidades maiores e a ampliação no horário não prejudicaria o combate à pandemia.

O delivery com prazo até às 20h previsto no decreto emergencial para o enfrentamento ao novo coronavírus foi amplamente criticado pelos comerciantes de Motuca que utilizam do serviço em suas vendas. No entendimento deles, a preparação dos alimentos leva tempo e o prazo para a entrega é curto levando-se em conta os costumes dos clientes locais em fazerem os pedidos. Além disso, de acordo com eles, a realidade de Motuca é diferente de cidades maiores e a ampliação no horário não prejudicaria o combate à pandemia.


“É difícil um comércio ficar 15 dias - caso venha a ocorrer prorrogação do decreto - com estas restrições e tentar retomar. Assim não temos condições de continuarmos na atividade. Ainda mais as empresas que já dependem de financiamento de governo para sobreviver. Estas vão acabar fechando ou desistindo da cidade”, relatou ao Cenário um empresário local.


Para convencer as autoridades a flexibilizarem a medida, os comerciantes fizeram manifestações em redes sociais e também junto aos vereadores. O presidente da Câmara Antônio Paulo Ferreira Costa (Paulinho) recebeu solicitação de apoio para mudar a regra e decidiu levar a reivindicação ao prefeito municipal. “Todos os vereadores foram questionados e fui o interlocutor nesta reunião.... pois esta Casa está à disposição para dialogar”, destacou Paulinho, em discurso realizado ontem (21) durante a Sessão.


De acordo com ele, o prefeito João Ricardo Fascineli foi convencido da necessidade da ampliação no horário do delivery até às 23h com identificação dos entregadores de acordo com o estabelecimento que prestam o serviço. Até a publicação da reportagem, no entanto, ele ainda não havia se manifestado publicamente sobre o assunto.


Com o intuito de reforçar o pedido, foi elaborada indicação com assinatura de todos os vereadores e encaminhada ao chefe do poder executivo.


De acordo com o vereador Renato Luis Rateiro, após as manifestações dos comerciantes, a Câmara agiu rápida para dar uma resposta e buscar uma solução. “Muitos atribuem aos vereadores a responsabilidade que não cabe a nós. Parabenizo também ao prefeito... pois o decreto é de competência exclusiva dele”, apontou.


O vereador Alison de Souza Mares Rodrigues ressaltou a articulação dos vereadores junto ao chefe do poder executivo. “Parabéns ao Paulinho que providenciou a reunião com o prefeito e demos uma força nesta questão”, considerou.


Para o vereador Gabriel Muniz da Silva, a realidade de Motuca é diferente de cidades maiores. “Espero que em breve esse problema seja resolvido e estendido esse horário aos entregadores” explicitou.


A vereadora Danielle Mércia Petrazzo Fascineli também agradeceu ao Paulinho pela iniciativa de encaminhar a demanda dos comerciantes ao prefeito. “Muito bem pensado”, enfatizou.

Commentaires


bottom of page