logo_final.png

Inscrições para o Enem iniciam com pressão para o adiamento

O Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) começou a receber inscrições nesta segunda-feira (11) e o cronograma original continua sendo mantido, mesmo com a pandemia do novo coronavírus, que paralisou aulas em todo o país.


Autoridades e especialistas em educação alertam para prejuízos aos alunos da rede pública, que possuem acesso bem inferior à tecnologias utilizadas nas aulas à distância. O Ministro da Educação, Abraham Weintraub, defende que todos os alunos serão prejudicados da mesma forma e. por isso, o exame deve ser mantido.


O Ministério da Educação (MEC) criou campanha publicitária questionando prejuízos para a próxima geração de profissionais. O presidente Jair Bolsonaro vem cobrando a flexibilização das regras de distanciamento e isolamento social.


Assista a Campanha Publicitária do MEC:

Enem digital

A previsão é que as provas sejam aplicadas nos dias 1º e 8 de novembro. Novidade neste ano, como forma de manter o distanciamento social e evitar aglomerações, as provas digitais serão aplicadas em 22 e 29 de novembro.

Cerca de 100 mil participantes vão poder escolher entre as modalidades. O participante que optar por fazer o Enem impresso não poderá se inscrever na edição digital e, após concluir o processo, não poderá alterar sua opção.


Inscrições

As inscrições para o (Enem) 2020 começam nesta segunda-feira (11) e vão até o dia 22 de maio. Elas poderão ser feitas por meio da página do Enem na internet.


Neste ano será obrigatória a inclusão de uma foto atual do participante no sistema de inscrição, que deverá ser utilizada para procedimento de identificação no momento da prova. O valor da taxa de inscrição é de R$ 85 e deverá ser pago até 28 de maio.


Terão isenção de taxa de inscrição os candidatos

  • Candidatos que estejam cursando a última série do ensino médio este ano, em qualquer modalidade de ensino, em escola da rede pública declarada ao Censo da Educação Básica;

  • Candidatos que tenham feito todo o ensino médio em escolas da rede pública ou como bolsistas integrais na rede privada e tenham renda per capita familiar igual ou inferior a um salário mínimo e meio;

  • Candidatos que declarem estar em situação de vulnerabilidade socioeconômica, por serem membros de família de baixa renda e que estejam inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), que requer renda familiar per capita de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos.

Com informações da Agência Brasil

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon

 CONTATO 

Cenário Social

Avenida Marcos Rogério dos Santos,nº 31, Centro,

Motuca-SP - CEP.: 14.835-000

e-mail: ocidadaonocontrole@gmail.com
Tel: 16-33481185