top of page

Guerra entre a Rússia e a Ucrânia completa um mês

No dia 24 de fevereiro deste ano, os primeiros mísseis disparados pela Rússia atingiram o território ucraniano. Naquele dia, as tropas russas invadiram o país vizinho com a justificativa de desnazificar e desmilitarizar a Ucrânia. De acordo com a ONU, mais de mil civis já morreram no conflito.


Poucos dias após o início, a capital ucraniana, Kiev, já estava cercada por um comboio de tropas e blindados que se estendia por dezenas de quilômetros. A cidade de Kharkiv, a segunda maior do país, foi uma das primeiras a registrar ataques urbanos com mortes de cidadãos e destruição de prédios civis.


Especialistas dizem que a guerra ainda está longe de acabar diante das tentativas frustradas de negociação.


Por causa da guerra, mais de 3,5 milhões de pessoas fugiram da Ucrânia, segundo a Organização das Nações Unidas.


Duas semanas depois do início do conflito, um avião da Força Aérea Brasileira foi até a Polônia resgatar brasileiros que estavam morando na Ucrânia e que fugiram da invasão russa. A missão também trouxe estrangeiros para se refugiar no Brasil.


Além disso, o governo brasileiro instituiu um visto humanitário para receber refugiados da Ucrânia durante a guerra. Segundo a Polícia Federal, desde o início da guerra mais de 1.100 ucranianos buscaram abrigo no Brasil.

Comments


bottom of page