logo_final.png

Governo decide classificar todo o estado na fase vermelha, a mais restritiva, a partir de sábado (6)


A partir de sábado (6), todas as cidades do estado de São Paulo passam a obedecer as regras da fase vermelha, a mais restritiva do Plano São Paulo, que proíbe o funcionamento de estabelecimentos considerados não essenciais.


A medida, anunciada agora há pouco pelo governador João Dória e integrantes do Comitê de Contingenciamento da Covid-19, busca enfrentar o avanço vertiginoso da doença no estado, que já registrou 2.054.867 casos e 60.014 óbitos.


Ontem (2) foram confirmadas 468 mortes causadas pela doença, o maior registro feito no Estado desde o início da pandemia. A ocupação de UTI é de 75,3%, média que é 76,7% na Grande São Paulo. Em leitos de enfermaria, a taxa é de 56,8% em todo o Estado, enquanto é de 63,5% na região metropolitana da capital.


Diferentemente de orientações anteriores da fase vermelha, o governo decidiu manter as escolas e templos religiosos abertos. O governo entendeu que são atividades consideradas essenciais.


Também houve alteração na restrição da circulação de pessoas, que passa a valer a partir das 20h. Inicialmente, medida limitava a circulação de pessoas nas ruas em todo o estado entre às 23h e às 5h.



O que pode funcionar na fase vermelha?
- Farmácias
- Mercados
- Padarias
- Açougues
- Postos de combustíveis
- Lavanderias
- Meios de transporte coletivo, como ônibus, trens e metrô
- Transportadoras, oficinas de veículos
- Atividades religiosas
- Escolas
- Hotéis, pousadas e outros serviços de hotelaria
- Bancos
- Pet shops
- Serviços de delivery ou entregas
- Indústria
- Construção civil


28 visualizações0 comentário
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon

 CONTATO 

Cenário Social

Avenida Marcos Rogério dos Santos,nº 31, Centro,

Motuca-SP - CEP.: 14.835-000

e-mail: ocidadaonocontrole@gmail.com
Tel: 16-33481185