top of page

Falar sobre o câncer ajuda a esclarecer mitos e verdades sobre a doença


Durante o mês de outubro várias instituições abordam o tema na tentativa de conscientizar a população para a necessidade de prevenção e, com isso, conter o índice de mortalidade em consequência da doença

Embora seja um tema difícil de tratar, falar abertamente sobre o câncer pode ajudar a esclarecer mitos e verdades e, com isso, aumentar o conhecimento e diminuir o temor associado à doença.

Um em cada três casos de câncer pode ser curado se for descoberto logo no início. Mas muitas pessoas, por medo ou desinformação, evitam o assunto e acabam atrasando o diagnóstico. Por isso, é preciso desfazer crenças sobre o câncer para que a doença deixe de ser vista como uma sentença de morte ou um mal inevitável e incurável.

Alguns tipos de câncer, entre eles o de mama, apresentam sinais e sintomas em suas fases iniciais. Detectá-los precocemente traz melhores resultados no tratamento e ajuda a reduzir a mortalidade.


Suas mamas são únicas, assim como você. É comum que uma das mamas seja maior que a outra ou que tenham formatos diferentes. Quando a mulher conhece bem o seu corpo, ela pode perceber mudanças que são normais nas mamas e ficar alerta para um sinal ou sintoma suspeito de câncer de mama.


Outubro rosa

Durante o mês de outubro várias instituições abordam o tema na tentativa de conscientizar a população para a necessidade de prevenção e, com isso, conter o índice de mortalidade em consequência da doença. O câncer de mama é o tipo mais comum depois do câncer de pele entre as mulheres. Também é o que causa mais mortes por câncer. Estima-se a ocorrência de 59.700 novos casos no Brasil em 2019. Em 2017, 16.724 pessoas morreram pela doença.


Fonte:

コメント


bottom of page