top of page

Criação de vagas para cargos efetivos é retirada de votação após aprovação de vista


Propositura foi assinada pelos vereadores Alison, Gabriel, Gilson, Renato e Tuca e não houve objeção entre os demais membros

O projeto de autoria do Poder Exectuvivo que cria mais oito vagas de em seis cargos efetivos da estrutura administrativa da Prefeitura foi retirado da pauta de votação segunda (5) após requerimento solicitando vista (adiamento para maior análise) ser aprovado. A propositura foi assinada pelos vereadores Alison, Gabriel, Gilson, Renato e Tuca e não houve objeção entre os demais membros do legislativo.


Leia também:

O projeto já havia sido objeto de discussão entre os vereadores em reunião prévia realizada na Câmara, que gerou, inclusive, sua retirada de apreciação em Sessão anterior. Pelo regimento interno do Poder Legislativo, será permitida a tramitação novamente do projeto em até quinze dias. Esgotado o prazo, será automaticamente incluído na Ordem do Dia da Sessão Ordinária subsequente para votação.


O que diz o projeto:

O texto prevê a criação de mais oito vagas em seis cargos do quadro de servidores efetivos da Prefeitura. São eles:

  • Psicólogo (criação de 1 vaga – já existem 2)

  • Procurador Jurídico (criação de 1 vaga – já existem 2)

  • Diretor de escola (criação de 1 vaga – já existem 3)

  • Coordenador pedagógico (criação de 2 vagas – já existem 2)

  • Farmacêutico (criação de 1 vaga – já existem 2)

  • Técnico de enfermagem (criação de 2 vagas – já existem dez)

Com a aprovação do projeto, caso a Prefeitura venha a preencher todas as vagas, a estimativa é que neste ano sejam direcionados R$ 306.330,61 para custear a nova despesa. Já no ano seguinte a previsão é de R$ 496.840,82.

Comments


bottom of page