top of page

COP28 começa amanhã (30) em tempos de eventos climáticos extremos


As alterações climáticas estão contribuindo para condições de seca em todo o mundo. OMM/Fouad Abdeladim

Com as temperaturas globais atingindo níveis recordes e eventos climáticos extremos afetando pessoas em todo o mundo, a Cúpula Climática deste ano, a #COP28, acontece num momento crucial para corrigir o rumo e acelerar as ações para enfrentar a crise climática. As informações são das Organizações das Nações Unidas (ONU)..

O que será discutido na COP 28?

Dentre os tópicos a serem discutidos e as áreas que necessitam progredir durante a COP28, destacam-se:

  • Detalhar o financiamento para o Fundo de Perdas e Danos, estabelecido na COP27 para auxiliar as comunidades mais vulneráveis a eventos climáticos extremos nos países em desenvolvimento.

  • Estabelecer uma meta global de financiamento para apoiar países em desenvolvimento na luta contra a mudança climática.

  • Acelerar uma transição justa e equitativa para fontes de energia renováveis e um desenvolvimento de baixo carbono.

  • Abordar a lacuna de emissões de gases de efeito estufa.

Começando nesta quinta-feira (30), a 28ª Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança Climática, será realizada em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, e poderá alcançar os resultados mais significativos desde a Conferência de Paris, em 2015.


Até o dia 12 de dezembro, as 198 Partes da Convenção da ONU concluirão o balanço do progresso na implementação das metas do Acordo de Paris - o tratado climático histórico concluído em 2015 para limitar o aquecimento global a 1,5 graus Celsius acima dos níveis pré-industriais e evitar uma catástrofe climática em escala global.

Representantes de governos, jovens, defensores do meio ambiente e dos direitos humanos, empresas e a sociedade civil buscarão, durante a COP28, ampliar o diálogo e troca de experiências e traçar um curso de ação para reduzir drasticamente as emissões de gases de efeito estufa e proteger vidas humanas, os ecossistemas, a economia e o futuro da humanidade no planeta Terra.


Na COP28, o mundo fará um balanço do progresso do Acordo de Paris - o tratado climático histórico concluído em 2015 - e traçará um curso de ação para reduzir drasticamente as emissões e proteger vidas e meios de subsistência.


A COP28 reunirá líderes de governos, jovens, organizações da sociedade civil, empresas, pesquisadores e cientistas para encontrar soluções concretas para a questão definidora de nosso tempo.


Durante sua recente visita à Antártida, o secretário-geral da ONU, António Guterres, destacou de maneira contundente a aceleração do derretimento do gelo, alertando sobre as potenciais consequências catastróficas para as comunidades costeiras em todo o mundo.


Assista:



Comentarios


bottom of page