logo_final.png

Conheça os principais destaques da Sessão da Câmara

Atualizado: Set 24

Cobranças

Cobrados por moradores nas redes sociais, os vereadores se defenderam e apontaram dificuldades em atuar por limitações inerentes ao cargo. Entre os problemas encaminhados por moradores e citados pelos vereadores estão: falta de transporte intermunicipal, desabastecimento periódico de água potável, atraso na construção de moradias, inexistência de programas de qualificação profissional e carência de atividades esportivas voltadas aos jovens.


Estamos tentando

O vereador Altair Pereira da Cruz revelou ter ficado chateado com algumas críticas. Para ele, a Câmara vem desempenhando suas funções a partir da solicitação de providências ao poder executivo por meio de reuniões, indicações e requerimentos, mas que não costumam ser atendidos, principalmente os considerados de oposição. “A gente vem tentando, mas muita coisa não é da nossa alçada”, afirmou. (Assista ao discurso do vereador)


Fiscalização

Ele também revelou dificuldade em fiscalizar o poder executivo por temer retaliações aos servidores responsáveis pelos setores. “A gente fiscaliza quando dá. Infelizmente, na maioria das vezes não conseguimos nada, pois, quando corremos atrás, existe o perigo de prejudicar alguém.... que possui as suas contas, suas dívidas... e aí a gente fica com a consciência pesada”, ponderou.


Falta de união

No entanto, apesar de avaliar como positivo o saldo da atuação na Câmara, disse que faltou união entre os parlamentares na busca por soluções para problemas da cidade. “Corremos atrás, mas não conseguimos tudo o que queríamos”, afirmou. “Não saíamos como entramos, mas não é culpa nossa”.


Falta de poder

O vereador Marcos Donizete Rodrigues Faria (Tuca) também apontou limitações na atuação legislativa. “Falam que os vereadores não vão atrás de esportes para as crianças, mas que poder nós temos?... não somos Secretários de Esporte”, argumentou.


Pessoal

O vereador Gabriel Muniz da Silva também revelou ter recebido críticas, mas que, em sua opinião, em algumas ocasiões perdem a credibilidade e parecem se tornar algo pessoal. “A pessoa que de fato quer resolver o problema não fica o tempo todo buscando repercussões e transtornos em rede social, pois pode enviar uma mensagem no particular para a gente ou vir até a Câmara... e a gente consegue resolver o problema mais fácil”, ponderou. (Assista ao discurso do vereador)

Cobranças

O presidente da Câmara Alison de Souza Mares Rodrigues defendeu o trabalho dos vereadores que, na opinião dele, vêm buscando resolver os problemas da cidade. “Estamos cobrando o executivo, encaminhando ofícios, requerimentos... a gente agradece os que foram atendidos e os que não foram vamos continuar cobrando”, afirmou. (Assista ao discurso do presidente)


“Menina dos olhos”

Para Alison, o poder executivo deveria tratar os vereadores como “menina dos olhos” por estarem mais próximos das reivindicações populares. “A população não tem acesso ao prefeito e sua equipe e trazem os problemas para nós. Então levamos ao prefeito, mas muitas vezes a gente chega lá e não tem retorno... então fica difícil trabalharmos deste jeito”, lamentou. “A gente é cobrado e também temos que fazer nossa parte de cobrar, claro, de maneira harmoniosa e educada”.

Eu avisei

O vereador José Roberto Legramandi lembrou de solicitações suas desde 2018 a respeito das documentações para a construção do novo loteamento para moradias. O primeiro documento, explicou ele, seria o emitido pelo Iphan, último que falta para a liberação das construções, de acordo com o prefeito João Ricardo Fascineli, que abordou o assunto em discurso na ocasião do lançamento de sua candidatura à reeleição. “O primeiro de tudo é o estudo arqueológico... estamos terminando 2020 (e não temos o documento)”, explicitou.(Assista ao discurso do vereador)

Prometido

Para Legramandi, por conta da falta de documentação, o novo loteamento não sairá no atual mandato. “Infelizmente, as famílias que ganharam os lotes não serão contempladas este ano”, considerou ele, relatando que agiu para que o projeto fosse realizado de acordo com o processo legal. “Depois mentiam falando que o vereador era contra o projeto habitacional. O que eu queria era que tudo fosse feito dentro das normas para que hoje as pessoas já estivessem morando em suas casas", salientou.


Emenda para a saúde

A vereadora Danielle Mércia Petrazzo Fascineli agradeceu ao deputado Arlindo Chinaglia (PT) pelo encaminhamento de emenda no valor de R$ 90 mil para a saúde. “Mais uma vez agradeço o deputado por estar abraçando o nosso município”, disse. Ela também parabenizou a Secretaria de Educação e ao prefeito João Ricardo Fascineli pela distribuição dos kits da merenda escolar.


Respostas a Ofícios

O vereador Gabriel Muniz da Silva leu na Tribuna respostas de requerimentos encaminhadas pelo poder executivo.


Recapeamento

Sobre o recapeamento do asfalto que leva à extinta usina Santa Luiza, onde está instalado o Frigorífico e outras empresas, a Prefeitura afirmou que vem buscando recursos federais e estaduais, mas sem êxito até o momento. “Importante que seja realizado ao menos um tapa-buraco emergencial”, considerou o vereador.


Ecoponto

Outra resposta é sobre o pedido de providências formulado juntamente com Legramandi no Ecoponto utilizado para o recebimento de restos de podas de árvores e de construção civil, onde aconteceram incêndios recentemente. De acordo com a Prefeitura, há pelo menos um mês vendo sendo realizado serviço de limpeza no local, que será arborizado, além de ter adquirido um triturador de galhos. Existe um estudo para a transferência do Ecoponto para outra região. A Prefeitura informou que irá contratar uma empresa para o processamento e destinação correta dos resíduos de construção civil.


Falta de água

A Sessão teve duas indicações. A primeira, de autoria do presidente Alison e dos vereadores Gabriel, Betão, Altair e Tuca, solicita ao poder executivo a manutenção do sistema de abastecimento de água potável ou instalação de uma nova caixa em ponto específico que supra a necessidade da falta de água no município.


Manutenção em parques infantis

A segunda, de autoria do vereador Gabriel, solicita a adequação e a manutenção de parques infantis localizados no município, além da aquisição de outros equipamentos.


Fora do ar

Por conta de recorrentes problemas no sistema de transmissão online das Sessões, os vereadores Neu e Vera, pertencentes ao grupo de risco da Covid-19, tiveram que participar pela segunda vez consecutiva dos trabalhos presenciais.




  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon

 CONTATO 

Cenário Social

Avenida Marcos Rogério dos Santos,nº 31, Centro,

Motuca-SP - CEP.: 14.835-000

e-mail: ocidadaonocontrole@gmail.com
Tel: 16-33481185