logo_final.png

Casos positivos voltam a cair em novembro, mas curva de contágios continua instável


Após aumento significativo de casos positivos em outubro, quando 14 moradores de Motuca foram infectados por Covid-19, o número de diagnósticos em novembro voltou a cair, com 9 registros da doença, dos quais 2 ainda estão em tratamento. O município possui ainda cinco suspeitos aguardando em isolamento domiciliar o resultado do exame. Desde o início da pandemia 3 moradores vieram a óbito por conta de complicações relacionadas ao novo coronavírus.


Não é possível, no entanto, assegurar tendência de queda na curva mensal de contágios. Ainda mais com o aumento de casos na região, reflexo do que vem ocorrendo no país, que já vive a expectativa de uma segunda onda da doença. Ontem (30), o Governo do Estado de São Paulo anunciou a ampliação das medidas restritivas para tentar frear a disseminação da doença nas cidades paulistas.


Em Motuca, que iniciou o enfrentamento ao novo coronavírus com grandes restrições às atividades comerciais, abrandou ao longo do tempo e, hoje, assim como em todas as cidades da região, se restringe a limitar o horário de funcionamento dos estabelecimentos com orientações ao uso de máscaras, álcool em gel e ao distanciamento entre as pessoas para evitar aglomerações.


O último decreto relativo as ações de enfrentamento ao novo coronavírus foi assinado pelo prefeito João Ricardo Fascineli em 17 de novembro, quando foi prorrogada as medidas em vigor até 16 de dezembro.


Casos de Covid por mês em Motuca
Maio: 5
Junho: 9
Julho: 21
Agosto: 13
Setembro: 4
Outubro: 14
Novembro: 9
Total: 75

Como se proteger do Novo Coronavírus

As recomendações de prevenção à COVID-19 são as seguintes:

  • Lave com frequência as mãos até a altura dos punhos, com água e sabão, ou então higienize com álcool em gel 70%. Essa frequência deve ser ampliada quando estiver em algum ambiente público (ambientes de trabalho, prédios e instalações comerciais, etc), quando utilizar estrutura de transporte público ou tocar superfícies e objetos de uso compartilhado.

  • Ao tossir ou espirrar, cubra nariz e boca com lenço ou com a parte interna do cotovelo. Não tocar olhos, nariz, boca ou a máscara de proteção fácil com as mãos não higienizadas. Se tocar olhos, nariz, boca ou a máscara, higienize sempre as mãos como já indicado.

  • Mantenha distância mínima de 1 (um) metro entre pessoas em lugares públicos e de convívio social. Evite abraços, beijos e apertos de mãos. Adote um comportamento amigável sem contato físico, mas sempre com um sorriso no rosto.

  • Higienize com frequência o celular, brinquedos das crianças e outro objetos que são utilizados com frequência.

  • Não compartilhe objetos de uso pessoal como talheres, toalhas, pratos e copos.

  • Mantenha os ambientes limpos e bem ventilados.

  • Evite circulação desnecessária nas ruas, estádios, teatros, shoppings, shows, cinemas e igrejas.

  • Se estiver doente, evite contato próximo com outras pessoas, principalmente idosos e doentes crônicos, busque orientação pelos canais on-line disponibilizados pelo SUS ou atendimento nos serviços de saúde e siga as recomendações do profissional de saúde.

  • Durma bem e tenha uma alimentação saudável.

  • Recomenda-se a utilização de máscaras em todos os ambientes.  As máscaras de tecido (caseiras/artesanais), não são Equipamentos de Proteção Individual (EPI), mas podem funcionar como uma barreira física, em especial contra a saída de gotículas potencialmente contaminadas.

Veja aqui como confeccionar e usar a máscara caseira. Estimule familiares, amigos e colegas de trabalho sobre a importância do uso de máscara e da higienização das mãos na prevenção da disseminação do vírus causador da doença COVID-19.


Dicas para viajantes:

Caso você precise viajar, avalie a real necessidade. Se for inevitável viajar, previna-se e siga as orientações das autoridades de saúde locais. Ao voltar de viagens internacionais ou locais recomenda-se:

  • Reforçar os hábitos de higiene e proteção como a utilização de máscara, higienização das mãos com água e sabão ou com álcool em gel 70 %.

  • Caso apresente sintomas de gripe, busque atendimento nos serviços de saúde, e evite contato com outras pessoas

Se eu ficar doente

Se estiver doente, com sintomas compatíveis com a COVID-19, tais como febre, tosse, dor de garganta e/ou coriza, com ou sem falta de ar, evite contato físico com outras pessoas, incluindo os familiares, principalmente, idosos e doentes crônicos, Procure imediatamente os postos de triagem nas Unidades Básicas de Saúde / UPAS ou outras unidades de saúde. Após encaminhamento consulte-se com o médico. Uma vez diagnosticado pelo médico, receba as orientações e prescrição dos medicamentos que você deverá usar. O médico poderá solicitar exames complementares. Inicie o tratamento prescrito imediatamente. Mantenha seu médico sempre informado da evolução dos sintomas durante o tratamento e siga suas recomendações.

Utilize máscara o tempo todo. Se for preciso cozinhar, use máscara de proteção, cobrindo boca e nariz todo o tempo. Depois de usar o banheiro, nunca deixe de lavar as mãos com água e sabão e sempre limpe vaso mantendo a tampa fechada, pia e demais superfícies com álcool, água sanitária ou outro produto recomendado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa -  para desinfecção do ambiente. Separe toalhas de banho, garfos, facas, colheres, copos e outros objetos apenas para seu uso. O lixo produzido precisa ser separado e descartado. Evite compartilhar sofás e cadeiras e realize limpeza e desinfecção frequente com água sanitária ou álcool 70% ou outro produto recomendado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa. Mantenha a janela aberta para circulação de ar do ambiente usado para isolamento e a porta fechada, limpe a maçaneta frequentemente com álcool 70%, água sanitária, ou outro produto recomendado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa. Caso o paciente não more sozinho, recomenda-se que os demais moradores da residência durmam em outro cômodo, seguindo também as seguintes recomendações:

  • Mantenha a distância mínima de 1 metro entre a pessoa infectada e os demais moradores.

  • Limpe os móveis da casa frequentemente com água sanitária, álcool 70% ou outro produto recomendado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa.

  • Se uma pessoa da casa tiver diagnóstico positivo, todos os moradores devem ficar em distanciamento conforme orientação médica.

Fonte: Ministério da Saúde

0 comentário
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon

 CONTATO 

Cenário Social

Avenida Marcos Rogério dos Santos,nº 31, Centro,

Motuca-SP - CEP.: 14.835-000

e-mail: ocidadaonocontrole@gmail.com
Tel: 16-33481185