logo_final.png

Caso suspeito de zika vírus é investigado pelo Adolfo Lutz

O Instituto Adolfo Lutz, de Ribeirão Preto, analisa amostras de material biológico de uma moradora de Motuca que procurou atendimento médico na segunda (6) apresentando sintomas semelhantes ao do zika vírus, transmitido pelo mosquito Aedes Aegypti, o mesmo vetor da dengue, a chikungunya e a febre amarela.


O resultado deve sair nas próximas semanas. O município não possui registros positivos da doença, considerada de maior gravidade que a dengue, principalmente em gestantes, pois pode acarretar em má formação cerebral dos fetos. A recomendação é que usem repelentes periodicamente.


Diante na notificação, agentes de controle de vetores da Secretaria de Saúde iniciaram trabalho de bloqueio em quarteirões e busca ativa de criadouros. “A chuva e o calor contribuem com a proliferação dos mosquitos, por isso é importante que os moradores ajudem eliminando criadouros”, ressalta a enfermeira Priscila Kelly Dias do Carmo, da Equipe Saúde da Família (ESF).


O que é Zika Vírus?

O vírus Zika é um arbovírus, ou seja, transmitido por picadas de insetos, especialmente mosquitos. A doença pelo vírus Zika apresenta risco superior a outras arboviroses, como dengue, febre amarela e chikungunya, para o desenvolvimento de complicações neurológicas, como encefalites, Síndrome de Guillain Barré e outras doenças neurológicas. Uma das principais complicações é a microcefalia. A doença inicia com manchas vermelhas em todo o corpo, olho vermelho, pode causar febre baixa, dores pelo corpo e nas juntas, também de pequena intensidade.


A doença considerada de maior gravidade que a dengue, principalmente em gestantes, pois pode acarretar em má formação cerebral dos fetos

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon

 CONTATO 

Cenário Social

Avenida Marcos Rogério dos Santos,nº 31, Centro,

Motuca-SP - CEP.: 14.835-000

e-mail: ocidadaonocontrole@gmail.com
Tel: 16-33481185