top of page

Câmara de Araraquara pode tornar prefeito Edinho inelegível por 8 anos em votação hoje (28)


Edinho discursa em frente à Câmara em ato com presença de apoiadores. Foto:RedesSociais

Votação na Câmara de Araraquara na tarde de hoje (28) pode selar o futuro político do prefeito Edinho Silva (PT). Em análise das finanças da Prefeitura de 2018, o Tribunal de Contas Estado de São Paulo (TCESP) emitiu Parecer desfavorável. Caso a maioria dos vereadores concorde com a conclusão do relatório, o mandatário perderá seus direitos políticos por 8 anos, conforme prevê a legislação eleitoral.


Edinho vêm buscando convencer a Câmara a rejeitar a orientação e se posicionarem pela aprovação das Contas com mobilizações de apoiadores e articulação de assessores. Entre os argumentos, mencionou votações anteriores na cidade nas quais houve discordância da análise técnica do Tribunal.


“Parecer desfavorável o ex-prefeito Marcelo Barbieri teve nas suas contas e as contas foram aprovadas na Câmara. O ex-prefeito Waldemar de Santi também teve o parecer desfavorável e as contas foram aprovadas na Câmara. O ex-prefeito Roberto Massafera também teve parecer desfavorável e as contas foram aprovadas na Câmara. Da mesma forma que eu em 2001 a 2008 também tive pareceres desfavoráveis e também as contas foram aprovadas pela Câmara”, disse recentemente”.

Para escapar da punição, Edinho precisa conquistar 12 votos. De acordo com o Portal Araraquara Agora, a oposição garante que possui votos suficientes para desaprovar as contas de petista. Os vereadores se reúnem a partir das 15 horas desta terça-feira (28), no Plenário da Casa de Leis, com transmissão ao vivo pela TV Câmara.


Comments


bottom of page