top of page

Limitadores em frente da Delegacia foram instalados como forma de precaução, diz PM


Tambores e cones foram instalados como limitadores de velocidade na última sexta (15) em frente à Delegacia de Motuca. A medida, efetivada a partir de orientação da Secretaria de Segurança Pública (SSP-SP), surgiu após a transferência de 22 lideranças do Primeiro Comando da Capital (PCC) a presídios Federais no último dia 13.

“Não existem registros de ataques. Instalamos os limitadores como forma de precaução”, ponderou o comandante interino da PM Local, Jeferson Aldrei Benedicto. De acordo com ele, não existe prazo para a permanência das barreiras.

Em nota divulgada à impressa, a SSP informou que o Comando da Polícia Militar adotou medidas de "orientação ao efetivo sobre reforço nas medidas de segurança". "As ações de ordem operacional são de caráter eminentemente preventivo e objetivam potencializar a sensação de segurança na sociedade".

Operação realizada pelo Governo Estadual culminou na transferência de 21 presos apontados como sendo da alta cúpula do PCC , entre eles Marcos Willians Herbas Camacho, mais conhecido como Marcola, principal líder da facção ligada ao tráfico de drogas que age dentro e fora dos presídios de São Paulo.

Logo após as transferências, surgiram mensagens pelo Whatsapp anunciando eventuais ataques no estado. A SSP reforça que, por enquanto, não possui motivos para acreditar que as ameaças sejam reais. "Em relação ao exposto, até o momento, não há quaisquer elementos concretos que indiquem a iminência da eclosão de ações criminosas contra o poder público ou seus agentes, em especial os integrantes das forças de segurança pública, como forma de retaliação a serem praticadas por indivíduos ligados aos presos recém transferidos", diz a secretaria.

Com ACidadeON/Araraquara


bottom of page