logo_final.png

Contra o arrependimento não existe vacina


O assunto é grave e necessita de atenção dos profissionais de saúde e da população. A desinformação e notícias falsas sobre reações adversas de vacinas representam risco para saúde pública nacional. Em várias regiões do país é possível observar aumento em casos de meningite, sarampo, febre amarela e coqueluche, entre outras doenças, pela falta de imunização. A consequência é elevação no índice de óbito pelas doenças.

O caso de surto recente de sarampo e meningite em Roraima ocasionado pela falta de vacinação de imigrantes venezuelanos levantou o sinal de alerta no país.

Muitas doenças comuns no Brasil e no mundo deixaram de ser um problema de saúde pública por causa da vacinação massiva da população. Poliomielite, sarampo, rubéola, tétano e coqueluche são só alguns exemplos de doenças comuns no passado e que as novas gerações só ouvem falar em histórias.

Com respaldo técnico de equipes especializadas, o Ministério da Saúde garante que a vacinação é segura, sendo que seu resultado não se resume a evitar doenças. Vacinas salvam vidas. A recomendação é: não dê ouvidos às notícias falsas e vacine-se.

Para combater as Fake News, o Ministério da Saúde disponibiliza um número de WhatsApp para envio de mensagens da população. As informações serão apuradas pelas áreas técnicas e respondidas oficialmente se são verdade ou mentira.

Qualquer cidadão poderá enviar gratuitamente mensagens com imagens ou textos que tenha recebido nas redes sociais para confirmar se a informação procede, antes de continuar compartilhando. O número é (61)99289-4640.

Saiba mais no site:

http://portalms.saude.gov.br/saude-de-a-z/vacinacao/vacine-se


#saúde #fiquesabendo #destaque2

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon

 CONTATO 

Cenário Social

Avenida Marcos Rogério dos Santos,nº 31, Centro,

Motuca-SP - CEP.: 14.835-000

e-mail: ocidadaonocontrole@gmail.com
Tel: 16-33481185