logo_final.png

Viajar no tempo um dia será possível?


De todos os enigmas do universo a viagem no tempo pode ser o mais complicado e também o mais fascinante. No campo da imaginação, quando se viaja no tempo, coisas estranhas acontecem e você pode imaginar absurdos como visitar você mesmo no passado ou no futuro, participar de momentos históricos... Mas seria isso um dia possível? A teoria da relatividade de Einstein (onde o tempo é a questão fundamental) deixa a possibilidade da viagem temporal em aberto.

Einstein descobriu que o tempo e o espaço não são relativamente iguais para todos. Quanto mais rápido você viaja, mais devagar o tempo passa para você e maior o tempo passa para todo o resto. No entanto não estamos falando de uma velocidade qualquer e sim de algo ainda inimaginável, como a velocidade da luz ou algo perto disso.

Está provado por experimentos. Foram colocados relógios atômicos em naves espaciais que percorreram distâncias em grande velocidade. No final da jornada compararam esses relógios com os que haviam ficado na Terra e constatou-se que aqueles que ficaram na nave haviam avançado no tempo qüinquagésimos de segundo menos do que relógios atômicos que ficaram em terra firme. Se viajássemos numa nave espacial perto da velocidade da luz em outubro de 2011 e ficássemos 7 anos no espaço a essa velocidade, quando retornássemos a Terra estaríamos em 2511, ou seja, para você teriam se passado apenas 7 anos, mas para a Terra teriam se passado 500. Esse efeito é chamado de dilatação do tempo. Como não há nada na face da Terra que se iguale a velocidade da luz esse meio de transporte é ainda improvável, mas não impossível já que não há lei na física que indique que um dia não poderemos chegar perto da velocidade da luz.

Bom, se para avançar no tempo basta percorrer velocidades altíssimas o que poderíamos fazer para voltar ao passado? Existe outra possibilidade meio maluca sustentada por alguns cientistas, os famosos “buracos de minhoca” que são túneis de atalho entre regiões diferentes do espaço. Esses supostos túneis teriam sido gerados pelo Big Bang. Nessa teoria basta encontrar um túnel desses ou fabricar num acelerador de partículas, deixar uma das extremidades parada perto da Terra e fazer a outra extremidade viajar muito rápido (outra vez próximo a velocidade da luz). Isso criaria uma defasagem de tempo entre a entrada e a saída do túnel. Feito isso para avançar ou retroceder no tempo basta entrar ou sair nas extremidades desse túnel. Viagem no tempo instantânea como nos filmes!

Na verdade quando se fala em viajar ao passado muitos cientistas acabam quebrando a cabeça quando se deparam com os paradoxos que isso provocaria. O mais famoso deles, o paradoxo do avô, nos dá o seguinte exemplo: Suponha que ao viajar no passado você encontre com seu avô adolescente e ainda sem filhos e resolva matá-lo. Sendo assim você não nasceria e tão pouco poderia ter viajado ao passado. Mas como no campo hipotético tudo é possível, uma nova leva de cientistas chegou a seguinte conclusão: nada poderia mudar o que já teria ocorrido. Mesmo se você tentasse matar seu avô você não conseguiria e sempre algo daria errado.

Enfim, na prática tudo isso ainda é ficção, mas no campo das teorias imaginação não falta para que não fiquemos sempre presos ao presente. Estamos diante de um apanhado de perguntas sem respostas, mas o que ainda não tem resposta pode flutuar num limbo de possibilidades.

Texto publicado na edição 36 do Jornal Cenário (Acesse)

Todas as edições do Jornal Cenário (Acesse)


#cultura #anaroma

Posts recentes

Ver tudo
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon

 CONTATO 

Cenário Social

Avenida Marcos Rogério dos Santos,nº 31, Centro,

Motuca-SP - CEP.: 14.835-000

e-mail: ocidadaonocontrole@gmail.com
Tel: 16-33481185