logo_final.png

Saúde intensifica vacinação contra o HPV


Ciente dos perigos do HPV, o estudante Ednan Santos Silva, de 13 anos, demonstra a importância de receber a vacina contra o vírus. “Sei que pode causar câncer, então é melhor prevenir”, salientou. A mãe Luzia Silva vê como necessária a imunização. “É para o bem dele”, acentua.

A Secretaria de Saúde de Motuca intensificou neste mês a vacinação contra o HPV, vírus cuja infecção ocorre a partir do contato com pele ou mucosas (oral, genital ou anal), tanto de homens quanto de mulheres. Transmissível principalmente pelo ato sexual, provoca verrugas nas áreas genitais e poder leva ao surgimento de câncer.

Foram vacinadas por equipe da saúde local meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos das escolas Maria Luiza Malzoni Rocha Leite e Adolpho Thomaz de Aquino. “Procuramos antes fazer uma palestra para conscientizar os estudantes sobre os perigos da doença”, destaca Cláudia Régis.

As vacinas são disponibilizadas rotineiramente pelo SUS (Sistema Único de Saúde). São necessárias duas doses. Também é indicada para pessoas com Aids e transplantadas na faixa etária de 9 a 26 anos. A vacina não é um tratamento, não sendo eficaz contra infecções ou lesões por HPV já existentes. De acordo com a enfermeira, não existe relatos de adversidades oriundas das doses. “É 100% segura e não traz reações”, destaca.

O que é:

O HPV (sigla em inglês para Papilomavírus Humano) é um vírus que infecta pele ou mucosas (oral,genital ou anal), tanto de homens quanto de mulheres.Provoca verrugas anogenitais (região genital e no ânus) e câncer, a depender do tipo de vírus.A infecção pelo HPV é uma Infecção Sexualmente Transmissível (IST).

Sinais e sintomas:

  • A infecção pelo HPV não apresenta sintomas na maioria das pessoas. Em alguns casos, o HPV pode ficar latente de meses a anos, sem manifestar sinais (visíveis a olho nu), ou apresentar manifestações subclínicas (não visíveis a olho nu).

  • A diminuição da resistência do organismo pode desencadear a multiplicação do HPV e, consequentemente, provocar o aparecimento de lesões.

  • A maioria das infecções em mulheres(sobretudo em adolescentes) tem resolução espontânea, pelo próprio organismo, em um período aproximado de até 24 meses.

  • As primeiras manifestações da infecção pelo HPV surgem entre, aproximadamente, 2 a 8 meses, mas pode demorar até 20 anos para aparecer algum sinal da infecção.

  • As manifestações costumam ser mais comuns em gestantes e em pessoas com imunidade baixa.

Saiba mais na apresentação para a palestra elaborada pela Secretaria de Saúde.

#saúde #fiquesabendo

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon

 CONTATO 

Cenário Social

Avenida Marcos Rogério dos Santos,nº 31, Centro,

Motuca-SP - CEP.: 14.835-000

e-mail: ocidadaonocontrole@gmail.com
Tel: 16-33481185