logo_final.png

Neu vê problemas e avalia que o tratamento da água em Motuca deve ser aprimorado



Amparado por um relatório encaminhado pela Prefeitura em resposta a um requerimento de sua autoria (ver matéria anterior), o vereador Irineu Ferreira observou problemas e avaliou a necessidade de aprimoramento no tratamento e gerenciamento da água potável do município.

Em discurso na Sessão de segunda (5), o vereador disse que, por falta de cloro em alguns pontos de coleta, a análise apresentou coliformes totais (grupo de bactérias que não representam ameaça à saúde, mas que devem ser controlados), além do índice permitido pela legislação. De acordo com Portaria do Ministério da Saúde, quando forem detectadas amostras com resultado positivo para coliformes totais, ações corretivas devem ser adotadas e novas amostras devem ser coletadas em dias imediatamente sucessivos até que revelem resultados satisfatórios.

“O que o relatório demonstrou é que em dois dos bebedouros analisados a água está impura, inclusive em um cavalete na saída para Guariba”, explicitou. Diante disso, ele apresentou indicação (ver aqui) direcionada à Prefeitura para a instalação de filtros em bebedouros localizados em três praças da cidade (dos Ipês, Arildo Figueiredo e da Matriz). “O lado bom é que teremos uma água mais pura. O ruim é que corremos o risco de tapear o problema”, avaliou o vereador, que encaminhou suas apurações e sugestões de melhorias ao Conselho Municipal de Saúde.

Com a justificativa de buscar respostas satisfatórias e confiáveis para elucidação por completo da qualidade da água no município, Irineu solicitou à Prefeitura por meio de requerimento (ver aqui) a Análise de Amostra Ambiental de Água Bruta, ou seja, antes do tratamento potável, que pode evidenciar a existência de metais pesados. “É muito comum ouvir que a água de Motuca é perfeita e que todos bebem da torneira”, relatou. “Nossa água vem do aquífero Guarani e temos as pulverizações (de agrotóxicos nos canaviais) que vão para o lençol freático”, apontou ele, que relembrou estudo divulgado em abril deste ano pelo Conselho Federal de Medicina, no qual reportava a alta incidência por mortes com câncer na cidade (ver matéria).

Irineu também revelou problemas com a empresa que era responsável pelas coletas e análises laboratoriais para controle da qualidade da água em Motuca. “Ela foi descredenciada e impedida de realizar a atividade. Só que vinha coletando e levando para outra empresa fazer a análise. Como vamos confiar num tipo de coisa dessa”, questionou. De acordo com Irineu, a Prefeitura cancelou o contrato e está elaborando um novo processo licitatório. “Sugeri que no objeto fosse descrito que a coleta, armazenagem e transporte sejam de inteira responsabilidade da futura contratada”.

O vereador também levantou a necessidade da publicação nos extratos das contas de água dos parâmetros apurados nos relatórios das análises, como já é realizado em várias cidades, como a vizinha Araraquara. “Desta forma, o próprio cidadão consegue saber como está a qualidade da água”, sublinhou.

Vigilância Sanitária afirma que município cumpre as normas de tratamento da água

A responsável pela Vigilância Sanitária de Motuca, Susi Elaine dos Santos Falvo, afirmou em reunião do Conselho Municipal de Saúde que o município cumpre as normas de tratamento preconizadas pelos órgãos de saúde federal e estadual. De acordo com ela, a falta de cloro em alguns pontos se deve à volatilidade do produto. “Ele vai se degradando e no final do percurso da água pode ser que tenha quantidade menor, mas as pastilhas são colocadas periodicamente, assim como o flúor, que são obrigatórios”, explicou.

A água consumida em Motuca é considerada mais pura por ser captada diretamente do aquífero Guarani, em poço profundo, diferentemente de outras cidades, que captam de represas e rios, que exigem um outro tipo tratamento. “A água que chega nas moradias é tratada, mas os moradores também precisam higienizar as caixas d’água ao menos a cada seis meses”, orientou.

Cenário irá repercutir os demais assuntos da 17ª Sessão Ordinária nas próximas postagens.

#câmarademotuca #água

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon

 CONTATO 

Cenário Social

Avenida Marcos Rogério dos Santos,nº 31, Centro,

Motuca-SP - CEP.: 14.835-000

e-mail: ocidadaonocontrole@gmail.com
Tel: 16-33481185