logo_final.png

“Foi um susto”, relata pai de criança picada por escorpião


Desde o início do ano, o município registrou três casos de picadas de escorpião, um na área rural e dois na urbana. Entre eles, uma criança de sete anos, moradora do Jardim Bela Vista, no início do mês. “Foi um susto”, comenta o motorista Paulo Eduardo Régis. O filho se preparava para o banho quando sentiu dor na região das nádegas. Prontamente, após a constatação de que foi por picada de escorpião, foi levado ao Centro Médico, onde foi medicado e, posteriormente, encaminhado para os cuidados protocolares em Araraquara e liberado pelos médicos.

Paulo acredita que o animal tenha surgido pelo ralo do banheiro. De acordo com ele, na região onde vive, próxima a uma plantação de cana, é comum ver escorpiões. “No ano passado encontrei uns quinze no quintal. Os vizinhos também comentaram que encontraram em suas casas”, diz.

O assunto foi tratado em reunião do Conselho Municipal de Saúde, realizado na quinta (25). As autoridades alertam que existe uma incidência maior do surgimento dos animais em todo o país e demonstram a necessidade dos moradores tomarem medidas prevenção. “Infelizmente não existe veneno para eliminá-lo, por isso é importante minimizar os locais onde se alojam, entre outros cuidados”, explica a coordenadora da vigilância sanitária Susi Elaine dos Santos Falvo. De acordo com ela, o município realizou recentemente dedetização em bueiros para eliminar insetos como baratas, que são alimentos dos escorpiões.

Veja orientações do Instituto Butantã

O que fazer no caso de picadas de escorpiões:

Os escorpiões de importância médica estão distribuídos em todo o país, causam muita dor no local da picada, com boa evolução na maioria dos casos. Entretanto, alguns pacientes, principalmente crianças, podem apresentar manifestações graves, incluindo alterações respiratórias e nos batimentos cardíacos, necessitando de tratamento especializado. Em caso de acidente, recomenda-se fazer compressas mornas e utilizar analgésicos para aliviar a dor até a chegada a um serviço de saúde e avaliação da necessidade ou não do uso do soro.

Orientações para evitar as picadas:

De acordo com o Instituto Butantã, para evitar estes acidentes, alguns cuidados básicos devem ser adotados, como: manter limpos quintais, jardins e terrenos baldios, não acumulando entulho e lixo doméstico; aparar a grama dos jardins e recolher as folhas caídas; vedar soleiras de portas com saquinhos de areia ou friso de borracha; colocar telas nas janelas; vedar ralos de pia, tanque e de chão com tela ou válvula apropriada; colocar o lixo em sacos plásticos, que devem ser mantidos fechados para evitar aparecimento de baratas, moscas e outros insetos, que são o alimento predileto de escorpiões; examinar roupas, calçados, toalhas e roupas de cama antes de usá-las; andar sempre calçado e usar luvas de raspa de couro ao trabalhar com material de construção, lenha, etc.


#escorpião #saúde

8 visualizações0 comentário
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon

 CONTATO 

Cenário Social

Avenida Marcos Rogério dos Santos,nº 31, Centro,

Motuca-SP - CEP.: 14.835-000

e-mail: ocidadaonocontrole@gmail.com
Tel: 16-33481185