logo_final.png

Participação e representatividade em Conferências


Uma Conferência deve representar, de maneira proporcional, todos os setores da sociedade envolvidos com o assunto. É preciso que gestores públicos, trabalhadores, empresários, pesquisadores, ONGs, movimentos sociais e sindicatos participem em condições semelhantes.

Outra maneira de articular as discussões que ocorrem em cada uma das etapas é aproveitar o processo de escolha dos delegados. Isso porque a maior parte dos delegados de uma conferência nacional é eleita nas fases anteriores e o mesmo ocorre nas conferências estaduais. Há alguns delegados cuja participação não depende de uma eleição nas etapas anteriores.

Há ainda a participação de cidadãos que não são delegados nas conferências: têm direito a voz, mas não a voto. Eles são, em geral, convidados (pessoas com notório saber na área que vão auxiliar na definição das diretrizes, por exemplo) ou observadores (pessoas que, embora não tenham sido eleitas como delegados, têm interesse nas discussões). Cabe à comissão organizadora determinar o número de participantes nestas condições e como serão escolhidos.

Acesse a publicação Repente do Instituto Pólis


#educaçãocidadã #participaçãopopular #políticaspúblicas #controlesocial

0 comentário
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon

 CONTATO 

Cenário Social

Avenida Marcos Rogério dos Santos,nº 31, Centro,

Motuca-SP - CEP.: 14.835-000

e-mail: ocidadaonocontrole@gmail.com
Tel: 16-33481185