top of page

Ônibus encalha no Assentamento e alunos vão para casa a pé; “Vieram debaixo de chuva”, diz mãe

Alunos da rede municipal de ensino que moram na Fazenda Monte Alegre foram para casa a pé após o ônibus da Prefeitura encalhar em trecho da estrada do Assentamento 4. Mães se revoltaram com a permissão para os estudantes do 5ª ao 9º ano irem embora, de acordo com elas, com anuência do motorista e da monitora.


“Minha filha, sobrinhos e outras crianças, todos menores de idade, vieram a pê debaixo de chuva e no escuro. Chegaram todos molhados. Cadê a responsabilidade da monitora e do motorista?”, escreveu a auxiliar de enfermagem Suzana Mazetti em seu perfil no Facebook.


De acordo com Suzana, as crianças andaram por uma longa distância, mas, já chegando em casa, conseguiram carona com uma pessoa conhecida. Em casos assim, diz, é necessário que o setor de transporte do município seja acionado e encaminhe outra condução para levar os alunos. "Porque se pega na porta é pra deixar na porta", salienta.


Na publicação, ela marcou o prefeito João Ricardo Fascineli pedindo providências.

Em resposta, o prefeito disse que iria encaminhar ao departamento jurídico da Prefeitura e buscar informações com a secretária de educação Cristina Sanches.


“Motoristas da Prefeitura são concursados e responsáveis pelos seus atos.... se deixou crianças saírem do ônibus e irem embora a pé debaixo de chuva, tomaremos medidas cabíveis administrativas, mas primeiro precisamos ouvir a versão e esclarecimentos do motorista e da monitora”, comentou Ricardo.


A auxiliar de administração Daiane Cristina Mazetti Ponciano disse que ficou indignada com o episódio. “Fiz uma reclamação no Conselho Tutelar e um Boletim de Ocorrência junto com minha irmã para levar na Prefeitura. Minha filha tem 13 anos. Onde já se viu ir embora a pé quilômetros de distância?”, relata.

Comments


bottom of page